Falando de Laço: Mais uma página escrita na cancha coberta de Ipê – RS

Páginas

Mais uma página escrita na cancha coberta de Ipê – RS

No 1º Duelo Rei de Roma que terminou essa madrugada, mais uma vez o recorde de armadas, de uma modalidade ficha seca foi batido. O Antigo recorde de (Estrela Velha – RS) durou menos de 1 ano (dezembro do ano passado). É bom lembrar que existe também o recorde de Gilmar dos Santos com 137 armadas sem errar. A diferença no caso do Gilmar, que a laçada tinha vida guardada. O Gilmar não errou, mas o artificio da vida guardada possibilitou seus concorrentes a darem escoro até as 137 armadas. Na minha opinião Gilmar segue recordista na modalidade vida guardada SEM ERRAR. Já Felipe Dalcin, Pericles Molina, Alan Soares e Thaian de Avila são os atuais recordistas numa modalidade de FICHA SECA, com 119 armadas, com o feito realizado na cancha coberta de Ipê.

Isso só reforça o atual momento do laço. Nunca na história estivemos em um momento com laçadores tão afiado. Hoje há dezenas, centenas de competidores com qualidade para laçar mais de 100 bois. E os últimos duelos tem provado isso. Tanto que está raríssimo tirar um único campeão, devido a qualidade dos laçadores.

Minhas reverencias aos campeões e atuais recordistas: Alan Soares e Thaian de Avila, há mais de 10 anos no topo, são os responsáveis por o nível de laço estar onde está. Muitos treinam para não perder para Alan e Thaian. Felipe Dalcin e Pericles Molina, dois jovens da safra nova que tem sua qualidade inquestionável e hoje são realidades no laço, tiveram seu esforço e dedicação coroado com o titulo e recorde. 

Silvio Neto, Thiago Souza e Kesley Caçapava, foi por um detalhe que escapou o recorde desta vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário