Falando de Laço: 2019

Páginas

34º Rodeio Crioulo do CTG Laço Velho da Saudade

Campeões laço equipe força A

Terminou ontem na cidade de Rancho Queimado – SC, o 34º Rodeio Crioulo do CTG Laço Velho da Saudade. 64 equipes se fizeram presentes nesta edição. Cheguei no evento somente sábado e as provas de laço estavam transcorrendo com naturalidade. Observei que foram realizadas melhorias no parque para bem receber os visitantes. A cancha remodelada ficou um espetáculo. A área de acampamento também recebeu benfeitorias.

Confira abaixo os vencedores das principais modalidades:

Laço equipe força A – R$ 4 Mil:

1º Junior Backs, Eduardo Abreu, Pedro Moura e Antônio Marcos – CTG Boca da Serra
1º Jhonatan Santos, Lucas Fernandes, Luiz Gustavo e Andrey de Souza – CTG Os Praianos

Taça cidade de Rancho Queimado, força A – R$ 5 Mil:
1º Anderson Caldas e Phelipe Lopes
1º Lucas das Caz e José Felipe Gomes
1º Guilherme Figueiredo e Daniel Muller

Taça Cabanha Dinastia – R$ 1 Mil:
1º Maycon Pacheco e Silvio Neto
1º Paulo Hang e Hugo Soares

Curiosidades: Somente duas equipes converteram as 12 aramadas.

- Após terem convertido as 12 armadas as duas equipes optaram por dividir a premiação e título. Desta forma não houve final da força A.

Estabelecido novo recorde de armadas

Campeões duelo força alta
Terminou esta madrugada dia 04, o 3º Duelo Brasileiro das Feras, na cancha coberta do CTG Serranos do Laço, em Ipê – RS. 150 laçadores participaram do duelo individual valendo R$ 70 Mil. Na força B seis laçadores dividiram a premiação de R$ 10 Mil, após 112 voltas de laço, um recorde na modalidade. Sendo eles: Israel Freitas – RS, Ricardo Zambiasi – RS, Alécio Silva – RS, Luiz Henrique – RS, Thaian de Avila – RS e Ivo Neto – RS.

Na força alta, seis laçadores dividiram a premiação de R$ 60 Mil, com Rodrigo Rodrigues participando do primeiro racha. Nesta modalidade através dos campeões ficou estabelecido o novo RECORD de armadas numa única modalidade com 140 voltas. Os Atuais recordistas são: Filipe Valgas – SC, Silvio Neto – SC, Gustavo Moraes – SC, Cassio Pianaro – PR e André Machado – RS.

No laço duplas os vencedores do automóvel zero quilometro foram: Lucaz Vanaz e Alan Ferraz – RS - Gilbraz Veloso e Tobias Lima.

Vocês analisem o nível de laço que estamos presenciando. Cinco laçadores jogaram 140 armadas sem erro. Alguns jogaram mais de 100 e não ganharam nenhum centavo sequer. É amigos, individual no gado aspado, se a boiada for boa e por ventura amansar não está fácil de lidar. O pessoal está laçando demais. 

Parabéns aos campeões e recordistas!!

Prova de Laço da Cabanha Jacobowski e Desafio No Limite

Arte Falando de Laço
Terminou domingo dia (27) a Prova de Laço da Cabanha Jacobowski e Desafio No Limite do Laço, em Campo Novo do Parecis, estado do Mato Grosso. Durante 10 dias de prova evento distribuiu mais de R$ 1 Milhão em prêmios.

Na principal modalidade o Desafio No Limite que tinha como prêmio R$ 920 Mil, quatro laçadores chegaram empatados no final das 80 armadas, com 78 pontos convertidos. Sendo eles: Kauã Boeno – RS, Lucas Santos – PR, Ivan Barbosa – MS e Thaian de Avila – RS. (Houve também um racha por volta de 60 armadas, em que Rodrigo Moretto e Duzinho Biazon – SP, participaram.) Após as 80 armadas os quatro finalistas dividiram o restante da premiação e entraram num acordo amigavelmente cedendo o título de campeão ao mais jovem finalista, Kauã Boeno. A divisão da premiação ficou desta forma:

Kauã Boeno – R$ 180 Mil
Lucas Santos – R$ 180 Mil
Ivan Barbosa – R$ 180 Mil
Thaian de Avila – 180 Mil
Duzinho Biazon – 100 Mil
Rodrigo Moretto – 100 Mil

Em todas as provas de laço o nível foi altíssimo estando presentes os melhores e mais preparados profissionais do esporte. Evento entrou para história como maior premiação em uma prova de Laço comprido.

Dentro de cancha destaque para Thaian de Avila, campeão em três modalidades: Individual No Limite, Individual profissional e laçada da marca da cabanha Jacobowski (valendo um automóvel 0KM). Lucas Santos também venceu três modalidades: No limite, Laço Trio e seleção de estado. Kauã Boeno venceu duas modalidades: No limite e Laço Duplas, valendo um automóvel 0KM.

De Santa Catarina em torno de 30 laçadores participaram do evento. Destaque para Aquiles Pereira, um dos campeões do laço duplas ao lado do sul mato-grossense Marcos Natis. Na prova No limite o catarinense mais bem colocado foi Silvio Duarte Neto com 77 armadas de 80. Faltando uma única armada para ser um dos finalistas da prova. Alexandre Dutra e Josué Souza também tiveram boa participação.


Mais uma página escrita na cancha coberta de Ipê – RS

No 1º Duelo Rei de Roma que terminou essa madrugada, mais uma vez o recorde de armadas, de uma modalidade ficha seca foi batido. O Antigo recorde de (Estrela Velha – RS) durou menos de 1 ano (dezembro do ano passado). É bom lembrar que existe também o recorde de Gilmar dos Santos com 137 armadas sem errar. A diferença no caso do Gilmar, que a laçada tinha vida guardada. O Gilmar não errou, mas o artificio da vida guardada possibilitou seus concorrentes a darem escoro até as 137 armadas. Na minha opinião Gilmar segue recordista na modalidade vida guardada SEM ERRAR. Já Felipe Dalcin, Pericles Molina, Alan Soares e Thaian de Avila são os atuais recordistas numa modalidade de FICHA SECA, com 119 armadas, com o feito realizado na cancha coberta de Ipê.

Isso só reforça o atual momento do laço. Nunca na história estivemos em um momento com laçadores tão afiado. Hoje há dezenas, centenas de competidores com qualidade para laçar mais de 100 bois. E os últimos duelos tem provado isso. Tanto que está raríssimo tirar um único campeão, devido a qualidade dos laçadores.

Minhas reverencias aos campeões e atuais recordistas: Alan Soares e Thaian de Avila, há mais de 10 anos no topo, são os responsáveis por o nível de laço estar onde está. Muitos treinam para não perder para Alan e Thaian. Felipe Dalcin e Pericles Molina, dois jovens da safra nova que tem sua qualidade inquestionável e hoje são realidades no laço, tiveram seu esforço e dedicação coroado com o titulo e recorde. 

Silvio Neto, Thiago Souza e Kesley Caçapava, foi por um detalhe que escapou o recorde desta vez.

22º Rodeio do CTG Fazenda Silva Neto

Campeões laço equipe força A
Terminou ontem na cidade de Canelinha – SC, o 22º Rodeio do CTG Fazenda Silva Neto. 160 equipes, aproximadamente 640 laçadores participaram da festa que teve 4 dias de duração. Por mais um ano, como de praxe o CTG Fazenda Silva Neto realizou um rodeio organizado e de qualidade. Destaque para programação enxuta que faz com que os laçadores aproveitem momentos de lazer durante o evento. Sem muita “laçação” e taça de pelotões, sem madrugadões, sendo todas as modalidades de ficha seca, exceto a primeira Taça, este é o segredo do sucesso do rodeio de Canelinha. Em nenhum dos dias foi jogado uma armada sequer após a 01h, e domingo antes do anoitecer as provas de laço estavam todas finalizadas.

Dentro de cancha destaque para Maycon Pacheco e Silvio Neto, campeões em três modalidades: Taça Chico Prego, sozinhos, Equipe força B e Raspada de Duplas, sendo os dois laçadores que mais ganharam dinheiro no evento.

Confira abaixo os campeões das principais modalidades:

Laço Equipe força A – R$ 9.000,00 o total:
1º Cristiano Pereira, Nicolas Mohelecke, Guilherme mapella e Tiago Silva – Sociedade Gaúcha Lomba Grande
2º Diego Neves, Lucas Cunha, Rafael Sperandio e Dudu Harger – CTG Boca da Serra
3º Felipe Cavalheiro, Pedro Matiasi, Giliarde Scaburi e Henrique Neto – CTG Santa Felicidade

Nesta modalidade as duas primeiras colocadas dividiram o prêmio e pararam. Como a casa exigia que saísse o campeão a equipe do CTG Boca da Serra cedeu o título de primeiro lugar aos gaúchos da sociedade esportiva da Lomba Grande.

Taça Chico Prego força A – R$ 4 Mil:
1º Maycon Pacheco e Silvio Neto

Taça Francisco Filho força A – R$ 2 Mil:
1º Daniel Cunha e Lucas Thiesen
1º Flavio Guilherme e Gustavo Lohn

Taça Francisco Filho, força B:
1º Lucas Fernandes e Jhonatan Santos
1º Erasmo Oliveira e Sidnei Luz

Campeões da Taça em duplas de Quinta – R$ 2 Mil:
1º Guilherme Figueiredo e Daniel Muller
1º Claudio Jr e Guilherme Damke
1º Rafael Godinho e Benicio Warmling

Campeões Raspada de Duplas:
1º Lucas Forgiarini e Yuri Teixeira
1º Maycon Pacheco e Silvio Neto

Campeões Laço Prendas:
1º Michele Silveira
1º Amanda Rossa
1º Ariane Soares

Parabéns a todos!!



1º Duelo dos Duelos

Divulgado nesta quinta dia 22 a programação oficial do 1º DUELO DOS DUELOS. Convite confirma em torno de R$ 300.000,00 Mil em premiações. Inserido na programação como novidade, podemos observar o 1º Duelo Deusas do Laço, destinado as prendas. Vejo como positiva essa decisão de introduzir e valorizar o laço feminino em um evento desta envergadura. No Duelo aberto, a cereja do bolo, serão classificados os laçadores em três forças. A, B e C. A classificação virá através do número de armadas convertidas, como podemos observar. De 24 armadas para cima, no total de 30. E a premiação é fantástica nesta modalidade. Sendo R$ 200 Mil na força A (para um laçador), R$ 50 Mil na força B (para um laçador), e um automóvel na força C (para um laçador). O valor da inscrição é R$ 5 Mil. O gado será aspado, da melhor qualidade, sem encurtamento de raia, frisam os organizadores.

Evento está programado para acontecer entre os dias 21 a 23 de Dezembro no parque do CTG Fazenda Eliane, no município de Tijucas – SC.

Quem não conseguiu se inscrever para o No Limite estai a oportunidade. Quem se inscreveu, laça os dois e aumenta sua chance de multiplicar o dinheiro.

Confira abaixo a programação completa. Dúvidas e informações com Marcos Porto Alegre e Dr Clovis


1º Bravos do Laço do CTG Do Preto

Terminou domingo dia 11, o 1º Duelo Bravos do Laço, realizado pelo CTG Do Preto em sua propriedade no município de Pescaria Brava – SC. 92 laçadores oriundos de três estados do Brasil (SC, RS e PR) se fizeram presentes na prova. Evento teve como ponto alto sua organização e qualidade dos competidores. Foi um final de semana agradável com tempo sobrando para laçar e se confraternizar no acampamento. Sábado 20h os laçadores já estavam liberados para degustar uma deliciosa costela no Galpão. Domingo as 16h30min todos estavam liberados para retornarem as suas casas.

Dentro de cancha destaque para os três campeões da força alta: Gabriel Cruz, Alexandre Dutra e Benicio Warmling. Os três catarinenses dividiram o título e premiação de R$ 20.000,00 mil reais. Foram jogadas 32 voltas de laço na final, sob vento forte e gado ligeiro.

Na segunda força os campeões foram: Lucas Forgiarini e Yan Schnaider, com 30 voltas de laço na final. Nesta categoria Mauricio Reos e Felipe Esmeraldino pegaram uma beirada da premiação de R$ 10.000,00. 



Na terceira força, intitulada laço Amador os vencedores foram: Michel Daniel Turelly e Djon Zomer. Guilherme Coelho pegou uma beirada da premiação nesta categoria. 



No sábado dia 10 sobrou tempo para um Trio. 36 Trios participaram da raspada que consagrou como campeões os laçadores: Rudah dos Passos, Saymon Cavalli e Gilmar dos Santos – Alan Soares, Rudah dos Passos e Thaian de Avila - Alan Soares, Saymon Cavalli e Thaian de Avila. Três trios sendo praticamente os mesmos laçadores.

23º Rodeio Crioulo Nacional do CTG 13 Guapos


Campeões Guapos do Laço
Terminou domingo dia (14), na cidade de Imbituba – SC, o 23º Rodeio Crioulo Nacional do CTG 13 Guapos. 140 equipes, aproximadamente 560 laçadores participaram do evento, que teve quatro dias de duração. O ponto alto da festa foi sua organização, aliada a qualidade dos competidores presentes. Domingo as finais foram realizadas em horário nobre e as 17h a parte campeira já estava finalizando. Permitindo assim que os participantes tivessem um retorno tranquilo para seus lares.

Dentro de cancha dois laçadores cruzaram o rodeio sem errar. Leandro Rafaeli jogou e laçou 143 armadas e saiu de pista vitorioso em três modalidades: Taça Supra, Taça 13 Guapos e Guapos do Laço (individual). Silvio Neto jogou 147, quatro a mais que Leandro. E também saiu vitorioso em três modalidades: Taça Cidade, Laço Equipe A, e Guapos do Laço.

No individual Guapos do Laço, valendo R$ 20 Mil foram quase 100 inscrições. Não foi jogada nenhuma armada a noite nesta prova. Após 66 voltas de laço saiu os campeões: Silvio Neto, Thiago Souza, Leandro Rafaeli e Pedro Luís.
Confira abaixo os campeões das principais modalidades:

Laço equipe força A – R$ 4.000,00:

1º Rafael Godinho, Maycon Pacheco, Silvio Neto e Benicio Warmling – CTG Faz. Silva Neto

Taça 13 Guapos – R$ 3.000,00:

1º Gilbraz Veloso e Leandro Rafaeli
1º Ederson Ramos e Filipe Valgas

Taça Cidade de Imbituba – R$ 3.000,00:
1º Maycon Pacheco e Silvio Neto
1º Adailton Fernandes e Pedro Luis
1º Ederson Ramos e Filipe Valgas

Taça Supra – R$ 1.000,00:
1º Gilbraz Veloso e Leandro Rafaeli
1º Rafael Godinho e Benicio Warmling
1º Gracilio Montibeller e Leandro Paraná

Laço Prenda:

1º Jordhana Weber

Parabéns a todos!!

18º Rodeio Nacional do CTG Boca da Serra


Terminou domingo dia 30 de Junho o 18º Rodeio Nacional e 20º Festa do Frescal, do CTG Boca da Serra, em Santo Amaro da Imperatriz – SC. 174 equipes participaram da festa que teve 4 dias de duração. O tempo ajudou e por mais um ano o Boca esteve com a casa cheia. O horário de termino do evento foi perfeito, antes do anoitecer. O preço das inscrições é outro diferencial, sendo muito atrativo para os laçadores. Eu gastei R$ 200,00 para laçar o evento todo, participando de 4 modalidades. 

Dentro de cancha destaque para Maycon Pacheco e Silvio Neto campeões em duas modalidades. Equipe força A e Taça SOS Distribuidora força A.

Confira abaixo os vencedores das principais modalidades:

Laço Equipe força A – R$ 9.000,00 Mil o total:

1º Rafael Godinho, Maycon Pacheco, Silvio Neto e Benicio Warmling – CTG Faz. Silva Neto
2º João Vitor, Pompilio Rocha, Vinicio Souza e Nereu Borges – Rio Grande do Sul
3º Ivo Neto, João Eder, Edinho Schmitz e Rafael Calegari – CTG Boca da Serra

Taça Sicoob força A – R$ 4.000,00:

1º Josué Souza e Renan Simão
1º Juninho Simão e Romolon Fernandes
1º Luis Alberto e Marcelo Gama

Taça SOS Distribuidora força A – R$ 2.000,00:
1º Maycon Pacheco e Silvio Neto
1º Ivo Neto e Rafael Calegari

Taça Vale das Termas força A – R$ 2.000,00:

1º Lucas Forgiarini e Yuri Teixeira
1º Guilherme Figueiredo e Daniel Muller
1º Evandro Filho e Bruno Farias

Parabéns a todos!!

28º Rodeio Crioulo Nacional do CTG Fazenda Eliane

Campeões laço equipe força A

Terminou domingo dia 16 de Junho, na cidade de Tijucas – SC, o 28º Rodeio Crioulo Nacional do CTG Fazenda Eliane. Mais de 130 quartetos participaram da laçada principal. No Troféu cidade de pelotões foram mais de 450 inscrições.

Dentro de cancha destaque para Maycon Pacheco e Silvio Neto, campeões das duas principais modalidades do rodeio: Laço equipe força A e Troféu cidade de Tijucas força A. Edinho Schmitz passou o evento invicto, e saiu vencedor de cinco modalidades, sendo estes os melhores dentro de pista.

Opinião BLF: Os eventos tem que se conscientizar e colocar um juiz habilitado no brete de fundo, para que esse juiz faça as confirmações de armadas. Tirando esta responsabilidade do gancheiro, que acumula duas funções. Não à toa, a final da principal modalidade foi decidida com polêmica.

Confira abaixo os vencedores das principais modalidades:

Laço Equipe força A – R$ 6.000,00:
1º Rafael Godinho, Maycon Pacheco, Silvio Neto e Benicio Warmling – CTG Fazenda Silva Neto

Troféu cidade de Tijucas, força A – R$ 6.000,00:

1º Pedro Paulo e Tiago Muniz
1º João Eder e Edinho Schmitz
1º Maycon Pacheco e Silvio Neto

Laço Prenda:

1º Daniele Dechamps
1º Lariza Costa
1º Tayani Correia

Taça em Quarteto – R$ 2.000,00:
1º Felipe Cavalheiro, Eder Silva, Matheus Silva e Henrique Neto
1º Ivo Neto, João Eder, Edinho Schmitz e Rafael Calegari

Quartetinho Embutido:
1º Bruno Matias, André Stolfi, José Hiago e Alcy Stolfi
1º Ivo Neto, João Eder, Edinho Schmitz e Rafael Calegari

Taça de Quinta – R$ 1.000,00:
1º Pedro Paulo e Tiago Muniz
1º José Hiago e Alcy Stolfi
1º Daniel Muller e Leandro Paraná

Parabéns a todos!!



37º Rodeio Crioulo Interestadual do CTG Coração do Vale


Terminou (domingo) dia 26 o 37º Rodeio Crioulo Interestadual do CTG Coração do Vale, em Gaspar – SC. Foram quatro dias de rodeio reunindo várias atrações. 154 equipes participaram da modalidade principal, na Taça do automóvel em duplas foram 110 inscrições.

Por mais um ano o CTG Coração do Vale realizou uma festa agradável e organizada, com boa presença de público. Nas finais as arquibancadas ficaram lotadas. Quem foi para laçar, laçou uma boiada de qualidade, sendo as inscrições ficha seca. Desta forma o evento esteve sempre sob o controle dos organizadores. 

Dentro de cancha destaque para Henrique Neto e Felipe Cavalheiro, campeões em duas modalidades: Taça do automóvel e Taça Osni dos Santos em equipe. Confira abaixo os campeões das principais modalidades força alta:

Laço equipe força A – R$ 5.000,00:
1º Emerson Ribeiro, Nelson Ramos, Welinton Markoski e Gabriel Severino - CTG Estância da Liberdade.

Taça do automóvel força A – R$ 25.000,00:

1º Claudio Pires e Valdoir Pires
1º Marcos Correia e Ademilton Pereira
1º Maycon Pacheco e Silvio Neto
1º Gracilio Montibeller e Leandro Parana
1º Henrique Neto e Felipe Cavalheiro

Taça Osni dos Santos – R$ 3.000,00:
1º Felipe Cavalheiro, Matheus Silva, Eder Silva e Henrique Neto – CTG Cab. Santa Felicidade

Taça Hospital de Gaspar – R$ 2.000,00:
1º Rafael Godinho e Benicio Warmling
1º Thiago Souza e Pericles Molina
1º Gustavo Moraes e Maicon Delfes

Taça Cidade Quarteto – R$ 1.800,00:
1° Dudu Harger, Lucas Cunha, João Eder e Edinho Schmitz
1° Leonardo Chavala, Maicon Leite, Michel Leite e Nicolau Ribas
1° Rafael Godinho, Maycon Pacheco, Silvio Neto e Benicio Warmling

Parabéns a todos!


21º Rodeio Crioulo Nacional do CTG Sela de Prata

Equipe do CTG Esteio da Tradição

Terminou ontem por volta das 21:00 horas o 21º Rodeio Crioulo Nacional do CTG Sela de Prata, em Biguaçú – SC. 117 equipes, 468 laçadores participaram do evento que contou com a presença da chuva.

Dentro de cancha destaque para Maycon Pacheco e Silvio Neto, campeões das duas principais modalidades do evento: Laço Equipe força A, e Taça força A.


Como falha da organização, cito o horário de termino do evento, um pouco tarde. Isso aconteceu devido a abertura de mais um pelotão da taça no domingo. Sempre defendo a tese que domingo é dia de finalizar as principais modalidades, não fazendo classificatórias. Corrigindo isto é um baita rodeio da 7º região tradicionalista.

Confira abaixo os campeões das principais modalidades:

Laço Equipe força A – R$ 4.000,00:
1º Rafael Godinho, Maycon Pacheco, Silvio Neto e Benicio Warmling – CTG Faz. Silva Neto
1º Charles, Vagner Mota, Jairo Cunha e Kaua Demétrio – CTG Esteio da Tradição

Taça Cidade força A – R$ 3.000,00:

1º Maycon Pacheco e Silvio Neto
1º Matheus Davila e Alex Zan
1º João Eder e Edinho Schmitz

Parabéns a todos!!

Análise do 15º Rodeio Crioulo Internacional do CTG Os Praianos


Terminou domingo dia 05 de Maio em São José – SC, o 15º Rodeio Crioulo Internacional do CTG Os Praianos. Foram 10 dias de festa, contando com a presença de 236 duplas no Nacional e 109 duplas na (Oroch) modalidade principal do Internacional.

O número de participantes foi baixo, isso é verdade. Mas a premiação estava ali e foi entregue em sua totalidade.

Não entendo o porquê de não preencher as 200 inscrições. Fiz e refiz as contas para laçar essa modalidade da (Oroch) e considerando o que representa o CTG Os Praianos + premiação oferecida + estrutura e gado + mídia para todo Brasil e confesso que NÃO ACHEI CARO. Quem não participou, perdeu uma grande oportunidade!! Basta ver nas imagens como ficou as arquibancadas (lotada) na final.

Talvez eventos paralelos como a laçada da marca em Lages – SC, tenha tirado algumas inscrições.

Talvez a carteira tradicionalista obrigando os laçadores (de fora do estado) a ser da mesma entidade, tenha tirado algumas inscrições.

Talvez o medo dos laçadores renomados tenha tirado algumas inscrições.

O fato é que não preencheu as 200 como havia feito no caminhão em 2015, e foi um balde de água fria para quem fomenta o laço como eu, de forma profissional e competitiva. Vislumbrando sempre eventos com premiações que valorizem os laçadores. Pois acredito que o CTG Os Praianos é o lugar certo para promover esse tipo de rodeio, de nível A, no estado de Santa Catarina.

Abaixo vou listar alguns pontos positivos e negativos do 15º Rodeio Internacional:

Pontos Negativos: Taça José Nitro da Silva com muitos pelotões, inclusive decidindo alguns na madrugada. Desta forma se tornando cansativo para todos. Já que optaram por essa laçada, deveria ser um pelotão por dia, uma inscrição pra cada.

Burocracia para o pessoal da campeira ao entrar no parque.

Pontos Positivos: Audiência do Canal recorde, se aproximando de 10 mil visualizações ao vivo. 

Parque e cancha estruturado, com arquibancada coberta para dar conforto aos espectadores. No domingo durante a final ficaram lotadas.

Gado de excelente qualidade. Nos 10 dias correu uma boiada selecionada muito boa. Vai ser difícil laçarmos um gado desse padrão novamente.

Gado mocho para definir mais rápido algumas laçadas. Eu aprovei.

Nível de laço alto, estando presentes alguns dos melhores laçadores do Brasil. Não é todo rodeio que estamos rodeados de feras.

Narradores qualificados.

Essa é minha visão, como laçador, do 15º Rodeio Crioulo Internacional do CTG Os Praianos.

Confira abaixo os vencedores das principais modalidades:

Laço Dupla Internacional - força A:

1º Juninho Simão e Romolon Fernandes
2º Alan Soares e Thaian de Avila
3º Duzinho Biazon e Gustavo Sartorelli

Taça Cidade José Nitro da Silva – força A:

1º Joelsio Andrade e Luan da Silva
1º Cicero Pianaro e Cassio Pianaro
1º Ademir de Lima e Tobias Lima

Laço Dupla Internacional – força A10:

1º Eduardo Cruz e Pericles Molina
1º Raniely Preve e Ederson Ramos
1º Angelito Hernandez e Silvio Neto

Laço Dupla Internacional – força A5:
1º Cicero Pianaro e Cassio Pianaro
1º Braulio Neto e Evandro Mendes
1º Ademir de Lima e Tobias Lima

Top do laço:
1º Taine Robeiro
1º Ariane Soares
3º Mariana Borges

Parabéns a todos!


3º Rei do Laço do CTG Fazenda Silva Neto

Rei do Laço 2019

Sábado dia 20 de Abril, em Canelinha – SC, aconteceu a 3º edição do Rei do Laço, promovido pelo CTG Fazenda Silva Neto. 125 laçadores que haviam garantido presença antecipadamente participaram do evento.

Na força alta dois laçadores terminaram o evento sem errar: Vinicius Souza e Silvio Neto. Foram jogadas 68 voltas de laço nesta força. 5 de classificatória e 63 de final. Após um acerto entre os dois últimos laçadores Silvio Neto cedeu o título de Rei do Laço 2019, a Vinicius Souza, representante do CTG Do Preto, de Pescaria Brava – SC.


Na força baixa foram jogadas 22 voltas de laço somente na final, para sair os quatro campeões desta força. Sendo eles: Diego Neves, Matheus Silva, Alexandre Feltrin e João Pedro Couto.


Na força C, foram jogadas 9 voltas de laço, na final, para decidir os cinco campeões: Sendo eles: André Paradinha, Renato Lemkuhl, Paulo Vitor, Abel José e Djon Zomer.


Parabéns a todos!!