Páginas

32º Rodeio Internacional de Vacaria/RS

Está chegando a hora. Estamos na semana decisiva, restando apenas 4 dias para o início da Copa do Mundo de 2018, o 32º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria.

Até dia 04 de Fevereiro conheceremos todos os campeões internacionais desta edição. O BFL estará presente fazendo a cobertura e registrando os momentos históricos dessa importante festa.

Quem será a dupla vencedora de 2018? Quais serão os destaques na cancha da ferradura? Quem será o melhor laçador do evento? Qual dupla que ficará com o gosto amargo da derrota e do vice? Quem ganhará a Taça RBS, o Crioulaço, o Laço Quarto de Milha, a Taça Haras Virginia, o Laço Quarteto e de Seleções?

Perguntas e respostas que estaremos lá para responder...


7º Rodeio Nacional do CTG Independentes do Barracão

Terminou ontem por volta da meia noite, em Alfredo Wagner – SC, o 7º Rodeio Nacional do CTG Independentes do Barracão. 80 equipes participaram da festa. Na Taça Valdevino Klaumann foram 300 inscrições, e na Taça Zé Tucano também chegou próximo deste número.

Este foi o primeiro rodeio da 7º região tradicionalista de Santa Catarina em 2018, e o nível de laço começou alto. Na taça Valdevino foram jogadas 35 voltas, e na Taça Zé Tucano 40 voltas, para que cinco duplas repartissem o título e prêmio. No laço equipes após converter as 12 armadas foram mais 17 voltas para decidir a campeã. A boiada disponibilizada para correr ajudou muito no crescimento da média de armadas, sendo de boa qualidade. Sexta mesmo o gado era espetacular, inédito. Como falha cito o horário de termino do evento, sendo tarde. Na minha opinião o ideal é terminar um rodeio entre as 17h e 20h. 

Para finalizar ressalto a estrutura do parque de rodeios de Alfredo Wagner, que já era bom e ainda teve melhorias. Confira abaixo os principais resultados do 7º Rodeio Nacional:

Laço equipe força alta – R$ 6 Mil:

1º Rafael Godinho, João Eder, Silvio Neto e Benicio Warmling – CTG Faz. Silva Neto – Canelinha – SC.
2º João Pedro, Sergio Guimarães, José Felipe e Renan Herculano – CTG Os Praianos – São José – SC.
3º Felipe Cavalheiro, Eder Silva, Fernando Sartori e Aquiles Pereira – CTG Charrua – Joinville – SC.

Taça Valdevino Klaumann – R$ 3 Mil:

1º Rafael Godinho e Benicio Warmling
1º João Eder e Silvio Neto
1º Fernando Sartori e Felipe Cavalheiro

Laço Trio – R$ 3 Mil:

1º Gabriel Pereira, Tiago Muniz e Junior Cordova
1º Leonardo Jacob, Fabricio Matos e Helio Chávez
1º Alan Buratto, Leoncio Ferreira e Iago Schmuller

Taça Zé Tucano – R$ 6 Mil:
1º Pedro Paulo e Tiago Muniz
1º Clovis Cruz e Leonardo Cruz
1º Leonardo Jacob e Fabricio Matos
1º Ivo Neto e Rafael Calegari
1º Fabricio Andrade e Hélio Chavez

Destaque do rodeio: Tiago Muniz foi o laçador que teve o melhor aproveitamento no rodeio, passando o mesmo sem errar e vencendo duas modalidades, (trio e taça zé tucano.) Faltou pouco para pedir música no blog. O segundo destaque fica por conta da equipe de Canelinha, que foi tri campeã do CTG Independentes do Barracão. 

Parabéns a todos!!



CTG Boca da Serra vence a categoria melhor evento de 2017

Em pesquisa realizada na internet entre os dias 09/01 a 14/01, o 17º Rodeio Crioulo do CTG Boca da Serra, de Santo Amaro da Imperatriz – SC, foi escolhido pelo público o melhor de 2017. A pesquisa contou com a participação de 884 pessoas, e o Boca da Serra recebeu 37% dos votos. Outros seis eventos foram muito mencionados na pesquisa. Sendo eles:

20º Rodeio Nacional do CTG Fazenda Silva Neto – Canelinha – SC
2º Encontro Brasileiro das Feras do LC. – CTG Serranos do Laço – Ipê – RS
3º Duelo Ricardinho Kuczera – São Mateus do Sul – PR
5º Brasileirão de Laço Comprido – CLC – Campo Grande – MS
29º Festa Campeira CTG Coxilha de Ronda – Santiago – RS
3º Fenasul – Esteio – RS

Sete eventos cada um com suas qualidades, que servem de exemplo para os demais.

Sobre o vencedor CTG Boca da Serra, segue abaixo o que escrevi após o evento – Crônica do 17º Rodeio:  

"Evento aconteceu com casa cheia, registrando a presença de 182 equipes, 724 laçadores. O público em geral lotou as dependências do parque, fazendo com que a festa acontecesse de forma brilhante. Os bailes foram com salão lotado.
Na parte campeira tudo transcorreu com naturalidade, sendo um rodeio muito bem conduzido e organizado pela casa: Não houve madrugadões, as finais foram em horário nobre, (domingo à tarde.) O horário de termino das provas campeiras foi bom, (as 17h30min.) O gado que correu foi de excelente qualidade. Tudo isso sendo realizado com inscrições ficha seca, como é de praxe no rodeio de Santo Amaro. Aliás só consegue manter-se organizado esse evento porque realiza seu rodeio desse modo, com ficha seca. Do contrário seria uma “laçação” sem fim. Devido ao alto número de competidores, e a qualidade.

De parabéns os organizadores pela baita festa. Hoje Santo Amaro está entre os maiores rodeios do Brasil, graças a organização e a seu povo acolhedor, que prestigia e lota o parque de rodeios."

Palavras do BFL, dia 03 de Julho de 2017.

Merecido esse caneco para o Rodeio de Santo Amaro - CTG Boca da Serra. Faz horas que digo esse ser um dos melhores rodeios do Brasil. Rodeio completo: Com campeira, bailes e shows muito bom. Somente duas coisas eu acrescentaria na próxima festa: Transmissão ao vivo pela internet e premiação maior. De resto o evento é SHOW!!


Ciro Harger é o novo presidente do MTG/SC

Tomou posse quarta dia 10/01, na sede do MTG/SC, em Lages, o novo presidente recém eleito Ciro Harger. Nova diretoria encabeçada por Ciro Harger, assume o mandato durante quatro anos, 2018 a 2021. O vice presidente é Acilio Espíndola, de Otacílio Costa – SC. No cargo de diretor campeiro assume Alex Correa de Urubici – SC.

Nova diretoria assume o mandato com discurso de resgatar e manter a cultura do estado, inovando onde for preciso, sem perder antigos valores. Também foi ressaltado o momento difícil que a tradição (eventos rurais) está vivendo, em função dos problemas hoje enfrentados, altas taxas, burocracias e a falta de uma legislação específica para os rodeios e eventos em geral. O deputado estadual Patrício Destro, esteve presente na solenidade e se mostrou disposto a ajudar. A ideia é criar uma frente parlamentar junto a Assembleia, para a discussão de uma nova legislação, fez lembrar também que sem a remodelação das legislações em vigência, os eventos rurais (rodeios) estarão com os dias contados.

Neste ano de 2018 o MTG/SC, completa 45 anos de existência. Entidade conduz a tradição no estado e conta atualmente com 15.865 associados, 532 CTGs, 1.799 Piquetes, 28 Juízes e 90 Narradores.

Desejo sorte a nova diretoria. Como diz o discurso é preciso inovar, sem perder antigos valores. É preciso conquistar e ter mais apoio político, porque é lá que são feitas as leis.
Todas as pessoas que cultuam a tradição, o tiro de laço e os esportes equestres precisam entender uma coisa: Nesse ano de eleição, precisamos apoiar e eleger políticos que compactuem com nossa causa. Políticos comprometidos com o meio do cavalo, agronegócio, cultura, etc.

Caso contrário os ambientalistas ganharam força nessa luta visando acabar com a nossa tradição. Fica a dica!!

Equipe do CTG Campestre Catarinense é escolhida a melhor de 2017

CTG Campestre Catarinense vence Laço de Ouro 2017, como melhor equipe. O quarteto formado por Thiago Souza, Pericles Molina, Gracilio Montibeller (Eduardo Cruz) e Diego Carvalho, representantes da cidade de Urubici – SC, foi escolhido pelo público o melhor quarteto de 2017. A pesquisa foi realizada entre os dias 03/01 a 09/01/2018. A equipe do CTG Campestre Catarinense obteve 53% dos votos validos. Em segundo ficou o CTG Poncho Crioulo, de Campo Largo – PR, com 35% dos votos. Em terceiro CTG Do Preto, de Pescaria Brava – SC, com 12%.


Nesta categoria foram indicados três equipes em que os componentes laçaram o ano todo juntos. Trocando no máximo 1 peão, e obtiveram um aproveitamento destacado em suas regiões e estado. Houve algumas equipes qualificadas que não concorrem por trocarem muito suas formações.

Considerações finais: Nos rodeios onde estive, a equipe do CTG Campestre Catarinense laçou muito, e mereceu esse título. Ganharam em torno de 15 eventos no estado de Santa Catarina. Foram campeões em diversos rodeios como: Boca da Serra, Içara, São Joaquim, Morro da Fumaça, Braço do Norte, Imbituba, Urubici, Táio, Siderópolis, Imbuía, entre outros.

De fato foi um excelente aproveitamento. De parabéns a equipe e os demais indicados!!

Alan Soares e Thaian de Avila foram eleitos pelo público a melhor dupla de 2017

Pela quarta vez consecutiva 2014/15/16 e 2017 Alan Soares e Thaian de Avila foram escolhidos pelo público a Melhor Dupla do ano. Desde que o prêmio foi criado não houve outro vencedor. E digo mais está ruim de se aproximar dos homens. Alan e Thaian obtiveram 80% dos votos validos. Na segunda colocação ficou Aquiles Pereira e Luan da Silva, com 12,5% dos votos. Eder Barbosa e Gustavo Sartorelli obtiveram 7,5% dos votos.


Está categoria segue inalterada, sob domínio de Alan e Thaian. Aquiles Pereira e Luan da Silva - Eder e Gustavo, fizeram um excelente ano, mesmo assim os internautas foram unanimes escolhendo a dupla dos sonhos. 

Parabéns aos indicados e a dupla vencedora!! 


Angelito Hernandez foi considerado pelo público a revelação de 2017

Foto: Ju Marin
Encerrou ontem as 22h a votação da categoria revelação do prêmio Laço de Ouro 2017. O vencedor da categoria é Angelito Hernandez, de Tupanciretã – RS. 2182 pessoas participaram da pesquisa. Angelito recebeu 689 votos, em segundo ficou Toral Jr, de Alto Paraná – PR, com 492 votos, em terceiro ficou Kauã Boeno, de Cruz Alta – RS, com 445 manifestações.

Na categoria revelação foram colocados nomes que estouraram no ano, a nível nacional.
Laçadores que em algumas regiões do Brasil não eram conhecidos.

A primeira vez que escutei o nome Angelito Hernandez foi quando eu escrevia sobre os campeões do Rodeio da Fenasul, em Esteio/RS, em maio deste ano. Depois o vi em ação no 2º Encontro Brasileiro das Feras do Laço Comprido, em Ipê/RS, onde foi um dos campeões e recordista com 117 armadas. No Rio Grande do Sul muitos o conheciam e sabiam de suas qualidades, pois o mesmo é Braço de Diamante do estado. Agora depois dessa temporada sou capaz de apostar, que o Brasil inteiro, de sul a norte conhece e teme Angelito Hernandez.

Toral Jr é outro que fez uma excelente temporada! Foi campeão do Individual Milionário no 5º Brasileirão, venceu também o carro em Goiás, no Alma Farrapa, além dos títulos de Individual, em Cruzeiro do Iguaçu e Duplas no 2º Duelo Wagner Neumann, entre outros.

Kauã Boeno, foi outro que fez um baita ano. Diego Oliveira e Diogo Inácio também são dois promissores laçadores, em que ouviremos falar muito, nos próximos anos.

Parabéns as revelações de 2017, em especial ao vencedor Angelito Hernandez!


Thaian de Avila foi eleito o Melhor Laçador de 2017

Foto: Ju Marin
Pela quarta vez seguida 2014/15/16 e 2017 Thaian de Avila, de Colinas – RS, foi eleito pelo público, o melhor laçador do ano. A pesquisa foi realizada através de voto popular aberto, nas redes sociais entre os dias 19/12 a 04/01 de 2018. 3443 pessoas participaram da pesquisa. Thaian Obteve 42% dos votos validos, o dobro do segundo colocado Cássio Pianaro, de Campo Largo – PR com 21%. Em terceiro ficou Alan Soares, de Nova Santa Rita – RS, com 18% das citações. Fechando assim os três preferidos pelo público.



É bom que se diga que o premio Laço de Ouro foi criado em 2014 pelo BFL, com intuito de valorizar e instigar o debate sobre laço nas mídias sociais. De lá pra cá escolhemos sempre os melhores do ano, na opinião dos seguidores e leitores da página.

Considerações finais: As 121 armadas de Thaian de Avila sem errar no gado mocho em Cruzeiro do Iguaçu, as 154 sem erro em Braço do Norte, e o título do 5º Brasileirão em CG/MS, com 2 vidas, entre outras conquistas - além de uma temporada excelente, o credenciaram a esse posto de número 1 de 2017.

Cássio Pianaro e Alan Soares também fizeram um ano magnifico. Penso eu que Alan deveria ter brigado por esse título ponto a ponto. Pois suas atuações principalmente em duelos de gado mocho foram excepcionais. Como por exemplo: As 4 vidas em Nova Laranjeiras, as 2 vidas em São João do Triunfo, as 2 vidas em Santa Rosa e o título do 5º Brasileirão ao lado de Thaian, entre outros. Cássio também fez uma temporada incrível. Laçou 116 mochos consecutivos em Cruzeiro do Iguaçu, sendo 84 deles em uma única modalidade, que o mesmo venceu com 2 vidas. No maior duelo do Brasil em Ipê laçou 110 aspado.

Outro que merece menção é Lucas Forgiarine atual recordista e campeão em Ipê, com 117 armadas. Lucas também ganhou o Encontro Nacional de Seleções, em Querência – MT, foi campeão do Individual e Braço de Ouro do Rio Grande do Sul, no FECARS. No Laço de Ouro ficou com a 4º colocação recebendo 12% dos votos.

Silvio Duarte Neto fecha os cinco indicados ao prêmio. Neto ficou na 5º colocação na preferência do público, recebendo 7% dos votos.

Fora os cinco indicados, dois laçadores receberam varias citações: Rudah dos Passos e Jacir Jovasque, foram os  craques da galera. Sem duvida, mais duas feras que laçaram muito nesta ultima temporada.

Parabéns ao vencedor do Laço de Ouro 2017 Thaian de Avila, e os demais citados pela ótima temporada. 

Foi show!

Ariane Soares foi eleita a Melhor Prenda de 2017

Foto: Ju Marin
Pela terceira vez desde que o prêmio foi criado 2014/16/17 Ariane Soares, de Nova Santa Rita – RS, foi eleita pelo público, a melhor Prenda do Brasil. A pesquisa foi realizada através de voto popular aberto, nas redes sociais entre os dias 27/12 a 04/01 de 2018. Mais de 2688 pessoas reagiram na página do facebook e participaram da pesquisa. Ariane venceu sua concorrente Amanda Rossa, de Campo Largo – PR, por 64% a 36% dos votos validos.


Considerações finais BFL: Com toda certeza, as duas mulheres que mais se destacaram no mundo do laço, durante o ano que passou. Ariane venceu o 5º Brasileirão com 3 vidas. Em Santa Rosa laçou 50 mochos consecutivos no duelo aberto. Em Ipê chegou perto de pedir musica jogando quase 100 armadas sem errar, somando a Taça, Duelo Aberto e Duelo de Prendas, onde foi uma das campeãs. Amanda Rossa também fez um ano fantástico. Em Pitanga – PR foi a Braço de Ouro do estado. Feito esse nunca antes visto no estado do Paraná. Em Telêmaco Borba ganhou o laço equipes força alta. No 5º Brasileirão ganhou a Taça de Prata em equipes. Também foi campeã e Ipê ao lado de Ariane e Mariana Ciocari, e diversos outros eventos. Portanto amigos leitores, não há como discordar dessas duas indicadas.

Concluo dizendo que o título de Melhor Laçador(a) feminina deste ano, fica em ótimas mãos.

Parabéns Ariane Soares e parabéns Amanda Rossa!!