Páginas

Gado mocho e inscrições antecipadas, a laçada da vez

Vocês notaram a quantidade de laçadas que tivemos de gado mocho, na região sul neste último ano? Me arrisco a dizer que o gado mocho se tornará em breve uma preferência entre os organizadores e competidores. Em SC e RS, por enquanto tem acontecido algumas laçadas. No Paraná teve rodeios completos com a utilização de gado mocho, como: São João do Triunfo, Nova Laranjeiras, Cruzeiro do Iguaçu e Turvo. Na região Centro Oeste, RO, GO, este tipo de gado é preferência, sendo utilizado em mais de 90% das festas.

No Sul, para o 1º semestre de 2018 já tem seis festas programadas para acontecer no gado mocho: Haras Virginia, Portão/RS – Duelo Caboatá Triunfo/RS – Duelo em Joia/RS, Duelo Entre Amigos, Curitiba/PR - 10º Rodeio Crioulo, Três Barras/PR e 2º Rei do Mocho, Bom Jardim da Serra/SC.

Portanto é notável o crescimento do gado mocho!

Na minha opinião particular a utilização do gado mocho é muito melhor que encurtamento ou alongamento de raia. E vou dizer porque: Porque mantém as características da criação do Tiro de Laço, que foi criado a campo aberto, depois ganhou 100 metros de raia. Porém oferece uma dificuldade MAIOR, hoje necessária devido a qualidade dos laçadores.
Sem contar que a emoção de uma final se torna muito maior, tanto para os competidores, quanto para os espectadores que assistem. Outro ponto favorável, é que faz cair drasticamente o número de armadas. O aproveitamento dos competidores cai bastante, comparado com gado aspado. Não se engane, tem dado 40, 50 voltas, mas é com vida guardada. 2, 3 no mínimo. Se for vida seca a dificuldade do gado mocho é maior que raia curta nos 40 metros.

Raia curta nos 20 metros já é loteria, em que o competidor está à mercê da sorte, de um boi lerdo ou ligeiro, sair pra si, ou seu adversário.

Gado mocho e inscrições antecipadas, duas coisas que chegaram para ficar no mundo do laço!! 

PODE APOSTAR!



Recentemente fiz uma enquete no Facebook sobre esse tema. A pesquisa apontou uma leve vantagem na preferencia do gado mocho 54%, ao invés de raia curta 46%. A pesquisa foi realizada entre os dias 14 a 24 de Dezembro de 2017, e contou com a participação de 2200 pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário