Páginas

Adsense cabeçalho

Publicidade Pampa Sul

Não a Raia Curta

A apuração da pesquisa realizada semana passada sobre o assunto, encurtamento de raia nos rodeios, mostra que a maioria não gosta, ou não concorda com a pratica. 75% dos internautas responderam não a raia curta, enquanto 25% concordaram com o artificio.

De fato a raia curta iniciou como artificio para diminuir o aproveitamento dos laçadores. Os promotores defendem arduamente a pratica, alegam que com ela é possível terminar as provas mais cedo, além de economizar corridas de gado, ou seja dinheiro. Até o bem estar animal está envolvido. O assunto é polêmico e divide opiniões. A verdade que vários rodeios ultimamente tem usado esse recurso, principalmente no Sul.


Opinião BFL: Não concordo com a raia curta, porém não desclassifico completamente. Acho que a mesma pode ser usada somente em laçadas de menor importância, e em último caso. Usar a raia curta nas principais provas de um rodeio acho uma falta de consideração com os competidores. Se usar de última hora mesmo, pior. O ideal é avisar no convite com antecedência que haverá o encurtamento, assim o laçador vai se quiser e sabendo. A “goela” baixo não. 

E outra há várias maneiras de evitar a raia curta. Defendo as classificatórias mais difíceis, ou a escolha de forças na hora da inscrição, assim diminui o número de finalistas. O povo tem que se conscientizar que as armadas de sábado vale, e vale muito. Não adianta classificar com zero armadas e não dar conta de terminar a festa.



Para conhecimento: Encurtamento, ou alongamento são as duas formas de raia curta. Sendo a diminuição da metragem para laçar, ou no início, ou no fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Banner responsivo

Banner grande celulares moveis