Páginas

Adsense cabeçalho

Publicidade Pampa Sul

Números, análise e curiosidades do Rodeio Terra dos Cânions

Antes de tudo, quero dizer que passei seis dias agradáveis na cidade de Cambará do Sul – RS, fomos muito bem recebido e recepcionados pelos irmãos gaúchos. O clima europeu de Cambará proporcionou dias de inverno em pleno verão. Não foi difícil ver os visitantes protegidos com jaquetas e casacos. Sendo este o (clima) mais um diferencial da festa. 

Dentro de cancha a organização foi impecável, sendo seguido à risca a programação pré-estabelecida no convite. Tendo como única alteração a laçada extra. Verdade que o número de laçadores foi menor que o esperado, portanto facilitou na organização, mesmo assim os promotores foram bem sucedidos nesse quesito.



Números:
  • Copa Angus, (dupla) Gado Mocho 118 inscrições – 5 voltas para decidir os campeões, (3 na classificatória e 2 na final.)
  • Crioulaço – 39 inscrições
  • Copa Terra dos Cânions (dupla) – 220 inscrições – 3 voltas classificatória, mais 3 voltas de peneira e 31 voltas na final de domingo para decidir o carro.
  • Copa Cânion Malacara (10 homens do mesmo município) – 13 inscrições – Campeões do carro na ouro, com duas voltas cheia (20 armadas) na final.
  • Copa Cânion Itaimbézinho (10 homens da mesma entidade) – 35 inscrições – Campeões do carro na ouro, com três voltas na final, sendo que na primeira o número máximo foi 9 armadas. (9, 10 e 10.)
  • Copa Cânion Fortaleza (5 homens da mesma entidade) – 63 inscrições no quinteto – Campeões das cinco motos na (ouro) com 100% de aproveitamento, 15 de 15 na classificatória, mais 5 voltas cheia. Total 40 armadas. 


Análise - pontos positivos:
  • Aproximadamente R$ 200 Mil em prêmios.
  • Quase cem competidores saíram premiados do rodeio.
  • Todas as modalidades principais com premiações em três, ou quatro forças (ouro, prata, bronze e latão.)
  • Gado de excelente qualidade e de campo.
  • Uma Taça em gado mocho, sendo está uma modalidade diferente. (Espero que essas laçadas cresçam aqui no sul. Gado mocho hoje é uma realidade.)
  • Sem retardatários em nenhuma das provas campeiras.
  • Sem encurtamento, nem alongamento de raia. (Exceto o Crioulaço que tem regulamento próprio da ABCCC.)
  • Sem laço nas madrugadas. O dia que foi mais tarde chegou próximo da 01h30min.
  • Com transmissão ao vivo na internet pelo Canal Campeiro. Dando visibilidade ao evento em todo Brasil.
  • Com a participação de delegações do MS, SP, PR, SC e RS, alguns dos melhores competidores do Brasil. Esses foram os pontos positivos da festa!


Pontos Negativos:
  • Como único ponto negativo, cito o número de participantes, sendo o mesmo abaixo do esperado. A casa nada tem a ver com isso. A premiação estava lá, bem como toda estrutura a disposição dos tradicionalistas. 
  • Ao meu ver o Rodeio de Lagoa Vermelha, cerca de 215 quilômetros dividiu bastante os participantes. Mesmo assim vi bastante gente ficando em casa.


Curiosidades:
  • O brete de solta foi classificado pelos laçadores, como um dos mais duros do Brasil. O índice de competidores e laços enrolados foi alto.
  • No laço seleção da mesma entidade, tinha 11 seleções na final. Nenhuma delas fez 100% de aproveitamento (10 laços na primeira volta,) valendo um carro.
Conclusão:

Foi uma baita festa, de parabéns os organizadores!! Perdeu quem não foi.



Resultados Rodeio Terra dos Cânions

Estive neste final de semana que passou na cidade de Cambará do Sul – RS, participando do Rodeio Terra dos Cânions. A festa teve início na quarta e terminou ontem a noite. Atraídos pela premiação volumosa vários laçadores laureados se fizeram presente. A premiação entregue foi de 3 carros, 16 motos e dinheiro, conforme estava no convite. Veja abaixo os principais resultados das provas campeiras:

Laço Dupla Ouro (um carro):
1º Alan Soares e Thaian de Avila
1º Ricardo Kuczera e Gilmar Santos
1º João Adam e André Machado
1º Juninho Paulista e João Paulo

Laço Dupla Prata (uma moto):

1º Jaquisson Reis e João Vargas
1º Gilnei Padilha e Fabiano Machado
1º Pedro Luis e Duzinho Biazon
1ºRodrigo Pacheco e Jerônimo Oliveira

Seleção de Munícipios Ouro (um carro):

1º Cruz Alta – RS
Roberto Guerreiro, Samir Goulart, Michel Machado, Guilherme Batu, Lucas Conrado, Gilnei Padilha, Kaua Boeno, João Adam, Fabiano Machado e André Machado.

Seleção de Munícipios Prata (uma moto):

1º São Marcos – RS

Copa cânion Itaimbezinho Ouro (seleção da mesma entidade, um carro):

1º CTG Poncho Crioulo – Campo Largo, PR
Ricardo Kuczera, Eder Barbosa, Juninho Paulista, João Paulo, Cicero Pianaro, Pedro Luis, Gilmar Santos, Duzinho Biazon, Cassio Pianaro e Gustavo Sartorelli.

Copa Cânion Itaimbezinho Prata (seleção da mesma entidade, uma moto):

1º CTG 29 de Setembro, Cambará do Sul – RS

Copa Cânion Fortaleza Ouro (Quinteto, 5 motos):

1º Alan Soares, Gabriel Lopes, Diogo Medeiros, Cleber Crija e Thaian de Avila

Copa Cânion Fortaleza Prata (Quinteto, 1 moto):

1º Jaquisson Reis, Eduardo Vargas, Solemar Oliveira, Humberto Reis e João Vargas

Copa Cânion Fortaleza Bronze (Quinteto, 1 moto):

1º Ricardo Kuczera, Juninho Paulista, Cicero Pianaro, Gilmar Santos e Cassio Pianaro

Laço Dupla Prendas (uma moto):

1º Ariane Soares e Bruna Teixeira
1º Ana Paula e Mariana Ramos

Copa Angus de Laço Comprido (Boi Mocho, 1 moto):

1º Joelcio Andrade e Alfredo do Carmo
1º Aquiles Pereira e Luan da Silva
1º Alan Soares e Thaian de Avila

Crioulaço (1 potro):

1º Aquiles Pereira e Luan da Silva

Taça Extra Ivonir Machado (R$ 3 Mil):
1º Alan Soares e Thaian de Avila
1º Lucas Vanaz e Alan Ferraz
1º Joélcio Andrade e Alfredo do Carmo

Falando de Laço: A premiação era algo extraordinário e vários laçadores saíram premiados. Os que mais ganharam foram: Alan Soares e Thaian de Avila, campeões em cinco modalidades, Ricardo Kuczera e Gilmar Santos campeões de três modalidades, (sendo dois carros e uma moto.) Juninho Paulista e João Paulo, João Adam e André Machado também venceram em dois carros. Cada competidor desse, deve ter embolsado entre R$ 5 a 10 Mil reais, no minimo.




Galera amanhã faço uma matéria com a analise do evento, número de participantes e fatos curiosos. Aguardem.

Os 10 mais de Santa Catarina

Os 10 integrantes da seleção Catarinense
Saiu ontem na cidade de Rio Negrinho – SC, a seleção catarinense que irá representar o estado nos próximos dois anos, 2017 a 2019. Inclusive no próximo Rodeio Nacional de Campeões, que acontecerá no estado do Mato Grosso. Veja abaixo os dez classificados da categoria peão:
Junior Cordova – 1ºRT
Gabriel Cruz – 2ºRT
Renato Guesser – 4ºRT
Rodrigo Guesser – 4ºRT
Josué Souza – 5ºRT
Romolon Fernandes – 5ºRT
Guto Vieira – 6ºRT
Samuel Recco – 6ºRT
Antonio Pereira – 10ºRT
Samuel Medeiros – 15ºRT



Na disputa entre as regiões a 4º Região Tradicionalista foi a melhor, fazendo 94 armadas de 100.

Ficou uma excelente seleção, de parabéns os classificados!!

Não a Raia Curta

A apuração da pesquisa realizada semana passada sobre o assunto, encurtamento de raia nos rodeios, mostra que a maioria não gosta, ou não concorda com a pratica. 75% dos internautas responderam não a raia curta, enquanto 25% concordaram com o artificio.

De fato a raia curta iniciou como artificio para diminuir o aproveitamento dos laçadores. Os promotores defendem arduamente a pratica, alegam que com ela é possível terminar as provas mais cedo, além de economizar corridas de gado, ou seja dinheiro. Até o bem estar animal está envolvido. O assunto é polêmico e divide opiniões. A verdade que vários rodeios ultimamente tem usado esse recurso, principalmente no Sul.


Opinião BFL: Não concordo com a raia curta, porém não desclassifico completamente. Acho que a mesma pode ser usada somente em laçadas de menor importância, e em último caso. Usar a raia curta nas principais provas de um rodeio acho uma falta de consideração com os competidores. Se usar de última hora mesmo, pior. O ideal é avisar no convite com antecedência que haverá o encurtamento, assim o laçador vai se quiser e sabendo. A “goela” baixo não. 

E outra há várias maneiras de evitar a raia curta. Defendo as classificatórias mais difíceis, ou a escolha de forças na hora da inscrição, assim diminui o número de finalistas. O povo tem que se conscientizar que as armadas de sábado vale, e vale muito. Não adianta classificar com zero armadas e não dar conta de terminar a festa.



Para conhecimento: Encurtamento, ou alongamento são as duas formas de raia curta. Sendo a diminuição da metragem para laçar, ou no início, ou no fim.

Torneio de Laço do Dinho

Campeões da Força Alta
Sábado estive na cidade de Porto Belo/SC, participando do Torneio de Laço do Dinho. Foi à primeira festa do ano aqui na região, contando com 115 inscrições, sob calor escaldante. Na força alta, quase 50 voltas para decidir os campeões, sendo eles: José Felipe, Yan Schnaider e Aquiles Pereira.

Na força baixa os vencedores foram: Lucas Mateus, Maicon Maike e João Maba.


Parabéns ao Dinho pela organização do Torneio, e os vencedores!!

Quatro vezes Alan

Laçador foi o destaque no Rodeio de Nova Laranjeiras – PR, vencendo o carro com quatro vidas, ao lado de mais quatro competidores: Caçapava, Genaurinho, Rudah e Mauricio.


78 laçadores participaram da modalidade Major do Mocho, (individual) valendo um automóvel 0KM. A modalidade teve início sexta feira dia 14 e terminou ontem, domingo, dia 16. Cada laçador iniciou a modalidade com cinco vidas guardada. Neste sistema foram necessárias 59 voltas, todas com grau de dificuldade alto, (gado mocho,) até que cinco laçadores restante optassem por dividir o título e prêmio. Todos os cinco laçaram muito, mas o destaque foi Alan Soares. Alan obteve o melhor aproveitamento dentre todos os competidores, chegando com quatro vidas no prêmio.



Veja abaixo os campeões do carro e fichas:

1º Alan Soares – RS - 4 vidas
1º Caçapava – MS – 2 vidas
1º Rudah dos Passos – RS – 2 vidas
1º Genaurinho Cortes – PR – 2 vidas
1º Mauricio – MS – 1 vida

Se quiser rever a final segue o link de transmissão do Canal Fan https://youtu.be/xhJxSq7Pino

Parabéns aos vencedores!!

Rodeio Terra dos Cânions

No final deste corrente mês, entre os dias 25 a 29 de Janeiro, acontece o 1º Rodeio Terra dos Cânions, na cidade Cambará do Sul – RS. Passando o olho no convite percebemos que a festa será maiúscula, 3 carros, 16 motos + dinheiro são os atrativos do evento. A premiação campeira supera os R$ 200 Mil.

Dois (2) carros serão disputados entre seleções de CTG e Município, (seleção de 10 homens.) Uma modalidade diferente que revivi os tempos antigos, de quando o laço começou.




Na parte artística uma extensa e variada agenda de shows e bailes, tudo isso para atrair os visitantes. Acesse o site do evento: www.rodeioterradoscanions.com e confira todas as informações.

Opinião: A Copa Cânion Malacara e Copa Cânion Itaimbezinho, sem duvida oferece algo jamais visto no laço, se tratando de seleções: 2 carros, 4 Motos e 2 Mil em dinheiro. Sendo esta em quatro forças, (ouro, prata, bronze e latão.)Tudo isso pensado para reunir o maior numero de participantes possível. 

A premiação está na mesa, só falta você laçador!!
Programação completa

Santa Catarina muito bem representada no Rodeio de Canela - RS

Terminou agora a pouco o 3º Rodeio Internacional de Canela – RS. Acompanhei as finais de casa, pelo Canal Fan, e vi um excelente aproveitamento dos competidores catarinenses no evento. Na primeira Taça Ozi Keller, das três duplas vencedoras, duas foram de SC, Thiago Souza e Pericles MolinaJuninho Simão e Romulon Fernandes, e a dupla gaúcha Alfredo do Carmo e Joelcio Andrade.



Na força alta os catarinenses confirmaram a boa fase e colocaram cinco duplas entre as sete vencedoras, que dividiram o titulo e premio de R$ 20 Mil. Veja os campeões:

1º Lucas Forgiarine e Iure – RS
1º Rafael Godinho e Silvio Neto – SC
1º João Pedro Brunetto e Diogo Medeiros – RS
1º Agnaldo e Aldori Santos – SC
1º Josué Souza e Renan Simão – SC
1º Gracilio Montibeller e Diego Carvalho – SC
1º Thiago Souza e Pericles Molina – SC

Na Taça Cabanha do Parque cinco duplas foram às vencedoras: Rafael Godinho e Silvio Neto – Gracilio Montibeller e Diego Carvalho – Diogo Medeiros e Willian Oliveira – Aquiles Pereira e Luan da Silva e Mauricio Becker e Fabrício Becker. O destaque desta laçada foi Silvio Duarte Neto que venceu a Marca, Cabanha do Parque, correndo paralela a taça, valendo uma Moto 0KM.

370 duplas estiveram participando do 3º Rodeio Internacional de Canela. Números de uma baita festa. Parabéns a todos!!

Duzinho Biazon de apenas 11 anos de idade, é à revelação de 2016

O paulista da cidade de Itatinga, Duzinho Biazon Silvestre, de apenas 11 anos de idade foi o mais citado na votação entre as revelações do ano. Duzinho Venceu Rodrigo Souza Neto, de Irani – SC, por 811 a 394 votos.



Achei justa a escolha, Duzinho laçou muito mesmo neste ano que passou, ganhou dois trator, (CLC e Jatai – GO, entre outros prêmios.) Rodrigo Souza Neto e Kaua Boeno, também são jovens promissores, com muita qualidade, que ouviremos falar muito nos próximos anos, subsequente.

Muito legal essa categoria, a cada ano surgi novas feras...Parabéns aos três indicados!

Alan Soares e Thaian de Avila são considerados a Melhor Dupla de 2016

Na categoria Melhor Dupla, segue a saga de vitorias de Alan Soares e Thaian de Avila. A dupla gaúcha faturou pela terceira vez consecutiva o premio da categoria (2014, 2015 e 2016) com 1200 votos. Em segundo, ficou a dupla Catarinense Josué Souza e Renan Simão com (320 cliques.)

Esta categoria segue sem novidade, muito em função da regularidade da dupla dos sonhos, perante as demais. Claro que existe duplas concorrentes fortes e com qualidade, porém neste ano eles não deram brecha pros adversários, e faturaram os maiores prêmios: Camaro, Caminhão, entre outros.



A dupla concorrente tinha como trunfo, além da qualidade técnica, um bi campeonato em Vacaria, na Copa do Mundo do laço e uma camionete no Rodeio Internacional de Osório, dois títulos de peso. Mesmo assim os leitores entenderam que a dupla dos sonhos se destacou mais, e eu concordo com a maioria.

Dê parabéns às três indicadas, pelo grande ano que fizeram!!

Ariane Soares vence o Laço de Ouro nas prendas

Créditos da imagem: 2M Produções - Carlos Javier Escobar Lopes
A prenda Ariane Soares, de Nova Santa Rita – RS, foi considerada a melhor da categoria em 2016. Em segundo ficou a prenda Amanda Vaz de Pilar do Sul – SP.  Achei a diferença de votos grande, comparando o laço das duas competidoras, 1200 a 438 votos.



Eu como pessoa votei nesta categoria, e meu voto foi para Amanda Vaz, pelo simples fato de ela ter conquistado em 2016 uma camionete no CLC, no laço duplas aberto, entre os homens, em gado mocho, além de diversas premiações em seu estado. Mas entendo a escolha da maioria dos internautas, pois Ariane Soares também conquistou um carro 0KM, no laço duplas em Ariquemes – RO. Além de diversas premiações por todo Brasil. Em minha opinião a disputa entre as duas é parelha e se define no detalhe.

De qualquer forma o titulo ficou em ótimas mãos. Ariane Soares venceu pela segunda vez em três edições do Laço de Ouro. Parabéns!!

CTG Poncho Crioulo fatura o premio de Melhor Equipe

Votação foi encerrada as 00h00min do dia 31/12


Equipe formada por Ricardo Kuczera, Matheus Gonçalves, Juninho Paulista, Cicero Pianaro e Cassio Pianaro, foi considerada pelo publico a melhor equipe de 2016. A decisão foi apertada, sendo de apenas 30 votos em favor dos Paranaenses, 1342 a 1312. Em segundo ficou a equipe do CTG Campestre Catarinense – SC, (Thiago Souza, Péricles Molina, Fabrício Matos e Diego Carvalho.) Equipe alias muito qualificada, por essas e outras que a disputa foi, voto a voto!!




Achei justa a escolha, de fato foi à equipe mais vencedora do ano, nos grandes rodeios. Pode ter sido trocada uma peça ou outra em determinado evento, mas a base foi mantida. Ganharam em Vacaria – RS, no 31º Rodeio Internacional um reboque no laço quarteto, sozinho. Venceram em São José no CTG Os Praianos, Gira Mundo Santa Cruz do Sul - RS, CLC em Campo Grande, MS - além de vários rodeios em seu estado. Portanto merecem o titulo!! 

Amanhã informo como ficou as demais categorias...

Thaian de Avila foi eleito o Melhor Laçador de 2016

Pesquisa foi realizada entre os dias 20/12 a 31/12 pelo BFL



Thaian de Avila ganhou pela terceira vez consecutiva o premio Laço de Ouro, como melhor laçador. Desde 2014 quando o premio foi criado, não teve outro vencedor na categoria. Thaian venceu desta vez seu parceiro de laço Alan Soares, que ficou na 2º colocação, sendo 1100 manifestações para Thaian e 591 para o Alan. Veja abaixo a classificação dos 10 indicados:

1º Thaian de Avila – 1100 votos
2º Alan Soares 591
3º Juliano Souza 453
4º Duzinho Biazon 266
5º Alfredo do Carmo 263
6º Luan da Silva 212
7º Josué Souza 211
8º Pompilho Ramos 201
9º Marcos Natis 189
10º André Machado 138



A forma de voto deste ano foi através da rede social Facebook, cada perfil podendo votar uma única vez. Se tratando de perfis reais, isso caracteriza voto popular. Todas as categorias obtiveram excelente acesso e repercussões nas redes sociais. As polemicas também foram constante, o que seria de nos se todos pensássemos iguais?

Diante disso o Blog não se omite e deixa aqui a sua palavra: Na minha opinião, Alan Soares seria o Melhor Laçador de 2016. Sem desmerecer a escolha dos internautas e o eleito Thaian de Avila, este que pra mim é o laçador mais regular e completo de todos os tempos. Somos sabedores que os dois são acima da média, são gênios do esporte. Mas a premiação é anual e neste ano eu vi, Alan Soares melhor, sem duvida o laçador mais premiado de 2016.

Como falei na postagem da final, os títulos são quase idênticos, pois os dois laçam juntos e ganham quase tudo juntos, exceto os individuais. É justamente nos individuais que balizo esta opinião. Ao meu ver Alan se destacou mais: Trator em Jatai – GO, carro em Reserva do Cabaçal – MT, carro em Santiago – RS, entre outros.

Mas como o critério foi esse (voto aberto,) respeito à decisão dos internautas, sendo assim o premio ficou em ótimas mãos!!

Obrigado a todos que participarão e viva 2017!!

Ano novo, novas oportunidades...

Banner responsivo

Banner grande celulares moveis