Páginas

cabeçalho

Publicidade Pampa Sul e Paiva Trailers

31º Rolantchê Internacional

Campeões laço dupla força A
Neste final de semana estive na cidade de Rolante/RS acompanhando e participando do 31º Rolantchê Internacional. Nesse ano o evento teve uma queda no numero de participantes em comparação ao ano passado. A razão disso pode ser a crise que vem vivendo nosso país. Mesmo assim foi um grande rodeio com a participação de aproximadamente 300 duplas. O nível e a qualidade dos laçadores se manteve o mesmo, como de praxe no Rolantche, estando ali boa parte dos melhores laçadores do sul do Brasil.

Dentro de cancha com tempo seco e propicio para o tiro de laço as finais foram emocionantes e decididas no detalhe. Veja abaixo os principais vencedores da 31º edição:

Laço Dupla Força A
Na principal modalidade, o laço dupla internacional força A, que tinha como premio uma camionete Montana zero KM, foram necessárias 33 voltas para que seis duplas dividissem o titulo e premio, sendo eles: Rafael Rodrigues e Douglas Lemos – RS, Alan Soares e Thaian de Avila – RS, Rodrigo Rodrigues e Ricardo Astigarraga – RS, Donizete Borges e Marcelo Bertiol – PR, Cristian Furlan e Alecsandro Dorneles – RS, Jackson Reis e Romulo Trindade – RS. Destaque para Alan e Thaian que venceram essa modalidade pela quinta vez, sendo quatro consecutivas, 2012, 2013, 2014 e 2015.

Taça cidade de Rolante 60 anos – Quarteto
Na taça cidade em quarteto valendo um Renaut Clio zero KM para 3 equipes ou menos, os vencedores foram: Rafael Godinho, João Eder, Silvio Neto e Benicio Warmling/SC – Neno Matos, Douglas Monteiro, Romolon Fernandes e Vilson Torquato/SC – Vanderlei Vaz, Amanda Vaz, Lucas Vanaz e Luan da Silva. O destaque dessa modalidade vai para a prenda Amanda Vaz, que fez bonito entre os homens. 

Laço Dupla Força B:
Lucas Peres e Vagner Andrade - RS
Rodrigo Pacheco e Jeronimo Oliveira – RS
Jonas Marques e Augusto Heen – RS
João Eder e Silvio Neto - SC

Laço Trio:

Neno Matos, Romolon Fernandes e Vilson Torquato – SC
Anderson Silva “Nojo”, Adilson Ramos e João Adam – RS

Taça P.L. Três Estâncias:
Pepi Menegali e Junior Alves
Lucas Vanaz e Luan da Silva
Rafael Rodrigues e Douglas Lemos

Crioulaço:

Rodrigo Rodrigues e Ricardo Astigarraga
Ivo Neto e Rafael Calegari
Cleber Crija e Gabriel Lopes
João Adam e Aquiles Pereira


Laçadores do trio fizeram protesto e boicotaram a “Raia Curta”

Na modalidade trio os laçadores se reunirão e resolveram fazer um protesto contra o encurtamento de raia, que vinha sendo feito recorrentemente durante a realização das provas do 31º Rolantchê. Os laçadores alegaram que a mesma não estava citada no convite e portanto sem aviso não poderia ser feita. Como forma de protesto os oito trios que restavam na disputa jogaram uma volta cheia, todos queimando a raia. Após isso o patrão do piquete Três Estancia chamou os laçadores para uma conversa e entraram em consenso, abolindo assim a raia curta durante as demais provas do evento.


Na minha opinião a decisão foi acertada, eu como laçador sou contra o encurtamento de raia, é claro que toda regra há exceções. Sei do custo alto do gado e despesas de um promotor de evento, mais não acho que o encurtamento seja a solução. Primeiro deveriam adotar a armada cerrada no estado do RS. Minha opinião!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Banner responsivo

Banner grande celulares moveis