Páginas

Adsense cabeçalho

Publicidade Pampa Sul

A história da família Guesser, no mundo dos rodeios

Rodeio Internacional da Vacaria 2014 - campeões laço quarteto
Em mais uma matéria visando resgatar a historia, hoje levo ao conhecimento dos leitores a tradicional família Guesser. 

O Patriarca Antônio Guesser e idealizador do primeiro CTG da Família formou sua equipe em 1978 com seus cinco filhos: Alinor, Adelmir, Álvaro, Antônio Jr e Renato Guesser. Com intuito de encontrar amigos e preservar a tradição que é passada de pai para filho na família.

Nos anos 90 e 2000 a equipe principal era formada por Renato Guesser, Joelcio Guesser, Hodinei Guesser e Honeide Guesser. Uma equipe consagrada na região e no estado com rodeios inesquecíveis como aquele rodeio em Jaraguá do Sul/SC em 1998, com duas (2) motos ganha. Ou em São Cristóvão do Sul/SC na Festa da Ovelha em 2004, com 290 equipes e o primeiro lugar é até hoje lembrado no CD do narrador Gilberto Brito Júnior, com emoção.

Foram vários prêmios em equipe conquistados por esta formação do CTG Mangueira da Amizade na época, muitas duplas e individuais também. Títulos de Seleções Brasileiras com Renato, Joelcio, Hodinei e Honeide Guesser.

Nos dias de hoje a tradição se mantém viva na família com os descendentes de Antonio Guesser. Os seus filhos, netos e bisnetos continuam seus ensinamentos e dão sequencia a tradição. O CTG Mangueira da Amizade é liderado nos dias atuais por Adelmir, Alinor e seus filhos e netos. Já o recém criado CTG Tropeiros do Laço pelo Patrão Almir Fernandes, Renato Guesser, Antônio Guesser Jr., Álvaro Guesser e seus filhos e netos.

Equipe Destaque, CTG Tropeiros do Laço

A Equipe Destaque do CTG Tropeiros do Laço foi formada em 2013 com a chegada de Joelcio Guesser substituindo as primeiras formações e composta por Renato Guesser e seus dois filhos, Emerson Guesser e Rodrigo Guesser. Renato o mais experiente e consagrado faz da liderança sua marca registrada. Almir Fernandes é o Patrão do CTG e Edilson Ramos (braço de Diamante do Paraná) e Pompilho Ramos atual (Braço de Ouro,) já fizeram parte da entidade. 

Rodeio Nacional de campeões Piratuba/SC 2015 - 14 troféus conquistados
Os quatro componentes da equipe são natural de Timbo Grande/SC. Renato Guesser, escreve sua história com o laço há mais de 35 anos e vários são os prêmios e títulos ao longo desses anos. Mas destaca suas participações em Seleções Brasileiras como as mais importantes e emocionantes, sendo no total sete (7) participações.

Emerson Guesser - campeão brasileiro de pai e filho e dupla de irmãos 2015
Emerson Guesser, cita entre os prêmios que já ganhou, como mais emocionante de sua carreira, o título de campeão de uma (1) camionete zero KM aos 12 anos ao lado do seu irmão Rodrigo, parando com a dupla Alan e Thaian do RS em 2010 na Fazenda San Rafael em Coronel Vivida/PR.

Edilson Ramos e Rodrigo Guesser - Vacaria 2012
Rodrigo Guesser, tem títulos importantes ao lado do seu irmão, como carros, motos e também um Cruzeiro de Navio conquistado no Rei do laço em 2014 na Fazenda Felisbino. Mas como mais emocionante ele cita: O Rodeio Internacional da Vacaria 2012, Campeão de um Carro zero KM (força B) juntamente com Edilson Ramos.

Joelcio Guesser - campeão brasileiro do individual e braço de prata 2015
Joelcio Guesser, acumula títulos importantes em dupla ao lado de Honeide, Hodinei, Hodacir e Renato Guesser. Campeão do primeiro Taura do Laço em 2012. Joelcio escolhe como favorito os títulos de Brusque/SC em 2006 no laço equipes, ganhando um (1) carro zero KM, (ao lado de Honeide Guesser, Marcelo Wolfart e Lindomar Carneiro), e também o inesquecível título Brasileiro de Braço de Prata 2015 conquistado no ultimo Rodeio de Campeões.

Durante o ano de 2014 a equipe venceu rodeios como: Vacaria, Coronel Vivida/PR, Campos Novos/SC além de classificar seus quatro (4) componentes na seleção estadual, sendo todos campeões estaduais em suas respectivas categorias.

Em 2015 no Rodeio de Campeões que aconteceu em Piratuba/SC a família Guesser conquistou 14 troféus e títulos nacionais, como: Pai e Filho, Dupla de Irmãos, Individual de Peão, Braço de Prata, entre outros.


Falando em laço no estado catarinense devemos reverenciar a família Guesser. Essa tem historia pra contar.

Um comentário:

  1. Parabéns para a família Gesser, um exemplo de tradição não apenas para mim, mas sim para todos que amam o tradicionalismo. O diferencial desses bons laçadores é que eles tem orgulho em representar a nossa seleção Catarinense, sendo assim sem fins lucrativos, exemplos a serem seguidos.

    ResponderExcluir

Banner responsivo

Banner grande celulares moveis