Páginas

cabeçalho

Publicidade Pampa Sul

Rodeio de São José do Ouro - RS

Desfile das 10 duplas da final da taça valendo uma moto 0KM
Neste final de semana estive participando do I Rodeio municipal da cidade de São José do Ouro - RS. Foi um baita rodeio, digno de inúmeros elogios que vou descrever nos parágrafos seguintes.
A organização da parte campeira foi um show, gado de ótima qualidade e padronizado. Sendo que para as finais de domingo foram selecionadas 300 cabeças de boi inéditas para correr. Cancha de laço de areia com boa drenagem, suportou bem o grande volume de chuva que caiu durante o final de semana. Equipe de narradores acima da media, composta por: Alessandro Moliterno, Everaldo, Vermelho, Artidor Soares, Gaúcho Amarelo, Eduardo Bartz e Porto Alegre. Deram um show a parte passando emoção aos laçadores e espectadores. Comissão julgadora excelente e soberana. Me arrisco a dizer que julgaram todas as armadas do rodeio sem cometer um equivoco sequer. Realização das principais disputas em horário nobre e finalizadas antes das 18:00hrs. Povo hospitaleiro e acolhedor, recepcionando bem os visitantes e participantes do rodeio.  Com todas essas ferramentas da engrenagem funcionando em perfeitas condições o rodeio de São José do Ouro foi mesmo espetacular.
Tiro de laço

Veja os campeões das principais laçadas


Laço duplas força A ( um carro 0 KM )

Jackson Indio e Rafael Bergamo - RS
Matheus Martins e Fabiano Dornelles - RS
Willian Bitencourt e Marcio - SC

Taça em duplas ( uma moto 0 KM )

Alessandro Dornelles e João Paulo Tonial - RS
Matheus Martins e Fabiano Dornelles - RS
Bernardo e Alex Ortiz - RS

Laço equipes ( uma moto 0 KM )

Leonardo Jacoob/ Bernardo/ Alex Ortiz e Roberto Guerreiro - RS



13° Rodeio CTG Figueira Velha

Campeões laço equipes força A
Nesse final de semana estive presente novamente na cidade de Palhoça - SC, acompanhando o 13° rodeio crioulo interestadual do CTG Figueira Velha. Foram três dias de provas campeiras, que transcorreram com muita naturalidade e qualidade se levarmos em conta a excelência do gado que corria em pista e a qualidade dos laçadores, a maioria deles da 7° RT do estado de Santa Catarina. A realização das principais laçadas foi como manda o figurino, as finais iniciadas e terminadas ainda com a luz do dia. No laço equipes força A, depois de uma disputa eletrizante com mais de 7 voltas de laço somente na final, a equipe do CTG Os Praianos formada por: Ramon D´vila, Marlon Fernandes, Renan Herculano e Raniele Preve levou a melhor e levantou o caneco de primeiro lugar.

Taça em Duplas

Na taça em duplas valendo uma moto zero KM para dividir em três duplas, os campeões foram: Silvio Neto e José Felipe, João Agenor e Luis Guilherme, Mael e Bruno Farias.
Campeões laço duplas


 Parabéns a todos...

Rodeio de Imbuia - SC

Campeões da moto e componentes do CTG Laço Campeiro
Em Imbuia - SC, na cancha de laço Salvio Munsfeld, aconteceu o II Rodeio Crioulo Interestadual promovido pelo CTG Laço Campeiro. De sexta a domingo foram realizadas varias provas campeiras, entre elas a disputa de uma moto zero KM no laço duplas. Laçada essa que foi finalizada ontem a noite por volta das 21:00hrs e teve como campeões 3 duplas que optaram em dividir a premiação oferecida, foram eles: Lotario e Flavio Guilherme, Gracilio de Montibeller e Laerte Montibeller, Delinton do Carmo e Roberto Wiggers, as duas primeiras representando CTG São Jorge de Alfredo Wagner e a terceira CTG Fundo do Ponte de Rio do Sul.
Campeões laço equipes

Já no laço equipes quem levantou a taça de campeão foi o CTG Fundo do Ponte, formado por: Odair Fernandes, Rui Carlos Braatz, Delinton do Carmo e Roberto Wiggers.

Criticas!


Parque Salvio Munsfeld
Venho falando insistentemente em minha pagina sobre os eventos que se esforçam para realizar as principais laçadas e terminar as mesmas em horário saudável para todos. Nesse quesito os organizadores do rodeio falharam.
Um rodeio com 70 equipes não pode se dar o luxo de terminar domingo a noite em torno das 21:00hrs, sua principal laçada. Isso é falta de organização e consideração com os laçadores que moram um pouco mais longe e se esforçam para prestigiar a festa. Os promotores tem de levar em conta que domingo é dia de terminar as principais laçadas, e não fazer classificatórias," novos pelotões " e iniciar novas provas do zero " raspadinha." Pois o resultado todos sabem: Gado cansado, " a trote ", final sem brilho, a noite com pouca gente assistindo, termino do rodeio tarde atrasando a volta dos participantes aos seus lares e resultando numa não participação dessas pessoas na próxima edição.

Apesar desses contratempos que tenho que dizer para alertar outros promotores para não caírem no mesmo erro, foi um bom rodeio com parque bem estruturado e povo hospitaleiro.

Parabéns a todos...



6° Rodeio Internacional de Canelinha - SC

Apresentação das 14 duplas classificadas para final do carro
Finalizado mais um rodeio promovido pelo CTG Fazenda Silva Neto, na cidade de Canelinha - SC. O balanço do evento mais um vez é positivo. Pois lá estiveram presente aproximadamente 140 equipes participando da laçada principal, em quarteto. O tempo que esteve fechado em grande parte do final de semana, ontem colaborou. E com isso as finais tiveram um brilho a mais, e contaram com a grande presença dos espectadores nas arquibancadas.

Campeões do laço equipes força A

No laço equipes força A, uma dobradinha do CTG Os Praianos repartiu a premiação e levou o titulo de 1° e 2° lugar para casa, foram eles:

Rafael Godinho/ João Eder/ Aquiles Pereira/ Benicio Warmling

Lucas Thisen/ Daniel Muller/ José Felipe/ Silvio Neto



Campeões do carro da taça Chico Prego
Na taça Chico Prego valendo um carro zero KM, 14 duplas foram as que passaram da fase classificatória e fizeram a grande final. Na final foram mais de 25 voltas de laço para conhecermos os campeões do carro, foram eles:


Rafael Godinho/ Benicio Warmling - SC
Fernado Sartori/ Geraldo Sartori - SC
Vanderlei Borges/ Celso Camargo - SC
Gilmar Santos/ Ricardo Kuczera - PR
Jonas Marques/ Augusto Heen - RS

Destaque do laço do final de semana vai para: Rafael Godinho e Benicio Warmling, pois ganharam todas as modalidades que laçaram.

Pontos positivos do evento

Parque bem estruturado, que melhora suas estruturas a cada ano que passa "arquibancada coberta ", gado selecionado de ótima qualidade " sendo separado as melhores cabeças para final," principais finais do laço em horário nobre, " inicio da tarde, " cancha de laço boa e com boa drenagem para chuva, medição de armada no brete de solta sendo cumprida a risca, " todas as armadas medidas."

Pontos negativos do evento

Termino do rodeio um pouco tarde, próximo das 22:00hrs, final do laço duplas valendo um carro e em paralelo gineteadas em bois, pôneis e cavalos ao mesmo tempo, na mesma cancha. Isso tirou um pouco do brilho da final de ambas as provas. Mesmo com esses percalços o balanço do rodeio foi bom.

Frase da semana

Frase que ouvi dentro da cancha após uma armada atirada na semi final do carro.

" Eu devo ter uma mina de dinheiro em casa e não sei, pra atirar uma armada dessa."

Neri Felipe A Lenda

Neri a direita recebendo troféu junto com Heitor Piola
Hoje vou falar de uma das maiores lendas do laço do estado Catarinense e do Brasil, Neri Felipe, " Ico" como é carinhosamente chamado pelos mais íntimos. Neri, fazendeiro natural de Correia Pinto – SC, laça desde o tempo que se laçava a campo aberto, sua armada é única, sempre laçou de " corte " como se diz na linguagem do gaúcho campeiro.

Sua historia de laço na mão é uma das mais vitoriosas, possui títulos desde 1973 quando foi campeão do centenário da cidade de Ponto Grossa – PR. Em 1978 foi campeão do individual e laço seleção do rodeio da Vacaria – RS. Em 1986 foi campeão do laço ex- campeão,  de seleção e Record de armadas do rodeio internacional da Vacaria.

Em 1990 conquistou o título de 1° braço de ouro do Brasil no rodeio de campeões que aconteceu na cidade de Guarapuava – PR. Em 90 também, foi o campeão do 1° Encontro dos Tauras do Laço (individual ) em Esmeralda – RS, sendo o 1º laçador a receber de premio um automóvel 0KM dado no tiro de laço.

Em 1996 foi campeão do rodeio brasileiro na cidade de Lagoa Vermelha – RS. Em 1996 também se sagrou campeão do laço duplas do rodeio internacional da Vacaria levando um automóvel 0 KM para casa. Em 1997 ganhou na cidade de Rolante - RS no Rolantche internacional mais um carro 0 KM, esses são alguns dos muitos títulos de Neri Felipe.

O fato de ter em seu currículo o título de primeiro braço de ouro do Brasil em um rodeio de campeões, ser campeão da dupla e individual do rodeio internacional da Vacaria, e ter o título de primeiro laçador a ganhar um carro dado de premio no tiro de laço, o credencia como um dos maiores de todos os tempos...
A esq. Neri capitaneando a seleção de SC em Coxim - MS


Veja os campeões da laçada da marca, Cabanha Casa Grande

Jhonatan, Thaian, Junior, Evandro, Rafael e Silvio Machado
Neste final de semana aconteceu na cidade de Itaiópolis - SC o XII Rodeio Crioulo Interestadual promovido pela Cabanha Casa Grande. A premiação era de dois carros e uma moto. Em um dos carros para cavalos da marca, que teve sua final  em gado mocho e debaixo de forte chuva, os campeões foram: Thaian de Avila ( 2 vidas,) Evandro Mendes, Rafael Calegari, Jhonatan Machado, Junior Oliveira e Silvio Machado.
Festa dos campeões na lama ao final da laçada

Parabéns a todos...

Banner responsivo

Banner grande celulares moveis