Falando de Laço

Páginas

Mais uma página escrita na cancha coberta de Ipê – RS

No 1º Duelo Rei de Roma que terminou essa madrugada, mais uma vez o recorde de armadas, de uma modalidade ficha seca foi batido. O Antigo recorde de (Estrela Velha – RS) durou menos de 1 ano (dezembro do ano passado). É bom lembrar que existe também o recorde de Gilmar dos Santos com 137 armadas sem errar. A diferença no caso do Gilmar, que a laçada tinha vida guardada. O Gilmar não errou, mas o artificio da vida guardada possibilitou seus concorrentes a darem escoro até as 137 armadas. Na minha opinião Gilmar segue recordista na modalidade vida guardada SEM ERRAR. Já Felipe Dalcin, Pericles Molina, Alan Soares e Thaian de Avila são os atuais recordistas numa modalidade de FICHA SECA, com 119 armadas, com o feito realizado na cancha coberta de Ipê.

Isso só reforça o atual momento do laço. Nunca na história estivemos em um momento com laçadores tão afiado. Hoje há dezenas, centenas de competidores com qualidade para laçar mais de 100 bois. E os últimos duelos tem provado isso. Tanto que está raríssimo tirar um único campeão, devido a qualidade dos laçadores.

Minhas reverencias aos campeões e atuais recordistas: Alan Soares e Thaian de Avila, há mais de 10 anos no topo, são os responsáveis por o nível de laço estar onde está. Muitos treinam para não perder para Alan e Thaian. Felipe Dalcin e Pericles Molina, dois jovens da safra nova que tem sua qualidade inquestionável e hoje são realidades no laço, tiveram seu esforço e dedicação coroado com o titulo e recorde. 

Silvio Neto, Thiago Souza e Kesley Caçapava, foi por um detalhe que escapou o recorde desta vez.

22º Rodeio do CTG Fazenda Silva Neto

Campeões laço equipe força A
Terminou ontem na cidade de Canelinha – SC, o 22º Rodeio do CTG Fazenda Silva Neto. 160 equipes, aproximadamente 640 laçadores participaram da festa que teve 4 dias de duração. Por mais um ano, como de praxe o CTG Fazenda Silva Neto realizou um rodeio organizado e de qualidade. Destaque para programação enxuta que faz com que os laçadores aproveitem momentos de lazer durante o evento. Sem muita “laçação” e taça de pelotões, sem madrugadões, sendo todas as modalidades de ficha seca, exceto a primeira Taça, este é o segredo do sucesso do rodeio de Canelinha. Em nenhum dos dias foi jogado uma armada sequer após a 01h, e domingo antes do anoitecer as provas de laço estavam todas finalizadas.

Dentro de cancha destaque para Maycon Pacheco e Silvio Neto, campeões em três modalidades: Taça Chico Prego, sozinhos, Equipe força B e Raspada de Duplas, sendo os dois laçadores que mais ganharam dinheiro no evento.

Confira abaixo os campeões das principais modalidades:

Laço Equipe força A – R$ 9.000,00 o total:
1º Cristiano Pereira, Nicolas Mohelecke, Guilherme mapella e Tiago Silva – Sociedade Gaúcha Lomba Grande
2º Diego Neves, Lucas Cunha, Rafael Sperandio e Dudu Harger – CTG Boca da Serra
3º Felipe Cavalheiro, Pedro Matiasi, Giliarde Scaburi e Henrique Neto – CTG Santa Felicidade

Nesta modalidade as duas primeiras colocadas dividiram o prêmio e pararam. Como a casa exigia que saísse o campeão a equipe do CTG Boca da Serra cedeu o título de primeiro lugar aos gaúchos da sociedade esportiva da Lomba Grande.

Taça Chico Prego força A – R$ 4 Mil:
1º Maycon Pacheco e Silvio Neto

Taça Francisco Filho força A – R$ 2 Mil:
1º Daniel Cunha e Lucas Thiesen
1º Flavio Guilherme e Gustavo Lohn

Taça Francisco Filho, força B:
1º Lucas Fernandes e Jhonatan Santos
1º Erasmo Oliveira e Sidnei Luz

Campeões da Taça em duplas de Quinta – R$ 2 Mil:
1º Guilherme Figueiredo e Daniel Muller
1º Claudio Jr e Guilherme Damke
1º Rafael Godinho e Benicio Warmling

Campeões Raspada de Duplas:
1º Lucas Forgiarini e Yuri Teixeira
1º Maycon Pacheco e Silvio Neto

Campeões Laço Prendas:
1º Michele Silveira
1º Amanda Rossa
1º Ariane Soares

Parabéns a todos!!



1º Duelo dos Duelos

Divulgado nesta quinta dia 22 a programação oficial do 1º DUELO DOS DUELOS. Convite confirma em torno de R$ 300.000,00 Mil em premiações. Inserido na programação como novidade, podemos observar o 1º Duelo Deusas do Laço, destinado as prendas. Vejo como positiva essa decisão de introduzir e valorizar o laço feminino em um evento desta envergadura. No Duelo aberto, a cereja do bolo, serão classificados os laçadores em três forças. A, B e C. A classificação virá através do número de armadas convertidas, como podemos observar. De 24 armadas para cima, no total de 30. E a premiação é fantástica nesta modalidade. Sendo R$ 200 Mil na força A (para um laçador), R$ 50 Mil na força B (para um laçador), e um automóvel na força C (para um laçador). O valor da inscrição é R$ 5 Mil. O gado será aspado, da melhor qualidade, sem encurtamento de raia, frisam os organizadores.

Evento está programado para acontecer entre os dias 21 a 23 de Dezembro no parque do CTG Fazenda Eliane, no município de Tijucas – SC.

Quem não conseguiu se inscrever para o No Limite estai a oportunidade. Quem se inscreveu, laça os dois e aumenta sua chance de multiplicar o dinheiro.

Confira abaixo a programação completa. Dúvidas e informações com Marcos Porto Alegre e Dr Clovis


1º Bravos do Laço do CTG Do Preto

Terminou domingo dia 11, o 1º Duelo Bravos do Laço, realizado pelo CTG Do Preto em sua propriedade no município de Pescaria Brava – SC. 92 laçadores oriundos de três estados do Brasil (SC, RS e PR) se fizeram presentes na prova. Evento teve como ponto alto sua organização e qualidade dos competidores. Foi um final de semana agradável com tempo sobrando para laçar e se confraternizar no acampamento. Sábado 20h os laçadores já estavam liberados para degustar uma deliciosa costela no Galpão. Domingo as 16h30min todos estavam liberados para retornarem as suas casas.

Dentro de cancha destaque para os três campeões da força alta: Gabriel Cruz, Alexandre Dutra e Benicio Warmling. Os três catarinenses dividiram o título e premiação de R$ 20.000,00 mil reais. Foram jogadas 32 voltas de laço na final, sob vento forte e gado ligeiro.

Na segunda força os campeões foram: Lucas Forgiarini e Yan Schnaider, com 30 voltas de laço na final. Nesta categoria Mauricio Reos e Felipe Esmeraldino pegaram uma beirada da premiação de R$ 10.000,00. 



Na terceira força, intitulada laço Amador os vencedores foram: Michel Daniel Turelly e Djon Zomer. Guilherme Coelho pegou uma beirada da premiação nesta categoria. 



No sábado dia 10 sobrou tempo para um Trio. 36 Trios participaram da raspada que consagrou como campeões os laçadores: Rudah dos Passos, Saymon Cavalli e Gilmar dos Santos – Alan Soares, Rudah dos Passos e Thaian de Avila - Alan Soares, Saymon Cavalli e Thaian de Avila. Três trios sendo praticamente os mesmos laçadores.